Menu

YESHUA VIVE

Pastor testemunha cura de seu filho autista, que ficou sem falar por cinco anos, mas hoje canta

22 MAR 2018
22 de Março de 2018

O jovem Connor, diagnosticado com autismo aos dois anos de idade, é portador de um testemunho belo. Após cinco anos sem falar, ele recitou a abertura de um sermão que havia sido pregado dias antes, e evidenciou a cura sobrenatural.

Craig Johnson, pai de três filhos e pastor auxiliar na Lakewood Church, em Houston, Texas (EUA), narrou o testemunho de seu filho, que passou cinco anos em silêncio após ter sido diagnosticado com autismo.

De acordo com informações da emissora Christian Broadcasting Network (CBN), Johnson relembrou os primeiros dias com Connor, antes que os primeiros sinais de autismo surgissem: “Quando o levamos para casa, ele era como qualquer um de nossos outros filhos”.

Conforme os dias foram passando, Connor foi mudando e aos dois anos de idade, os médicos o diagnosticaram com autismo. Desde então, aquela criança “expressiva” se retraiu e passou anos sem demonstrar emoções ou falar.

Ao longo desse período, Johnson afirmou que sempre dizia ao filho “Papai te ama”, mas que a resposta usual de Connor, “eu te amo”, já não era mais ouvida. “É como se alguém pusesse uma parede entre você e seu filho – é uma divisão emocionalmente [falando]”, contou.

Johnson e sua esposa oraram durante anos, e ao mesmo tempo, a condição de Connor parecia piorar, e todo o peso começou a influenciar a relação do casal, que estava sobrecarregado. O pastor relatou ainda que houve momentos em que questionou a Deus, mas mesmo com toda dificuldade, a família se manteve unida e orando, com fé.

O “ponto de virada” ocorreu alguns meses depois de uma ocasião em que o pastor Johnson ouviu a voz de Deus o desafiando a confiar n’Ele. Meses depois desse episódio, sua esposa o chamou para o quarto de Connor, e lá, eles encontraram o menino recitando o trecho inicial de um sermão pregado pelo pastor Joel Osteen, dias antes, na igreja.

Os pais sentaram-se maravilhados, pois seu filho, uma vez “mudo”, falou estas palavras: “Esta é a minha Bíblia. Sou o que ela diz que eu sou. Posso fazer o que ela diz que posso fazer. Hoje será ensinada a Palavra de Deus. Eu confesso audazmente: minha mente está em alerta, meu coração é receptivo. Nunca mais serei o mesmo. Estou prestes a receber A semente incorruptível, indestrutível e sempre viva da Palavra de Deus. Nunca mais serei o mesmo. Nunca, nunca, nunca. Nunca serei o mesmo. Em nome de Jesus. Amém”.

O relato do casal está no livro Champion (ainda sem tradução oficial, mas que pode ser compreendido como “Campeão”). O pastor e sua esposa disseram que, naquele momento, sabiam que haviam testemunhado um milagre, e que Deus era fiel à sua Palavra.

“Dizer que foi um milagre é um eufemismo”, ponderou o pastor. Ao longo dos últimos anos, Connor já recitou mais de 60 passagens das Escrituras, canta músicas de adoração e até toca piano. Sua história levou a família a começar o Clube dos Campeões, que é uma “área de desenvolvimento especialmente projetada para crianças, jovens e adultos com necessidades especiais”.

O Clube dos Campeões possui uma “sala sensorial, sala educacional e sala de terapia espiritual”, e agora tem filiais espalhadas pelos Estados Unidos, assim como África, Ásia, América do Sul, América Central, Europa e Austrália.

Johnson diz que ele ainda sente admiração pelos milagres multiplicados por Deus: “O que Deus fez através deste menino é inacreditável!”, afirmou.

Voltar

Whatssap: (11) 96946-8042
                 (11) 97633-9135

acesso gratis